segunda-feira, 20 de junho de 2016

ΚΕΦΑΛΗ ΟΔ

RUA CAREY
Quando NADA tornou-se consciente, fez um mau negócio.
Esta consciência adquiriu individualidade: um negócio pior.
O Eremita pediu amor: o pior de todos os negócios.
E agora ele deixou esta menina ir à América, para ter “sucesso”
na “vida”: perda total.
Não há fim para esta dor imortal
Que me assombra, me assombra acordado ou dormindo?
Se eu tive Laylah, como poderia esquecer
Tempo, Idade, e Morte? Insuportável corrosão!
Fosse eu um ermitão, como suportaria
A dor da consciência, o curso do pensamento?
Mesmo que fosse EU AQUELE, haveria ainda uma marca dolorida -
O Abismo que se estende entre AQUELE e NÃO.
Ainda assim, o primeiro passo não está tão longe:
O Mauritânia zarpa no Sábado!

O Livro das Mentiras, Capítulo 74

sábado, 11 de junho de 2016

Ensinamentos do Guru



Esta mente desperta da consciência não é feita de qualquer substância material, é auto-existente e inerente a você mesmo. Esta é a natureza da mente que não é fácil de realizar porque não é encontrada em qualquer lugar. Esta é a natureza da mente que não é constituída por um observador concreto e por algo percebido sobre o qual se fixar. Ela desafia as limitações da permanência e da aniquilação. Nela não há qualquer coisa a despertar; o estado desperto da iluminação é a sua própria consciência, que é naturalmente desperta. Nela não há qualquer coisa que vá para os infernos; a consciência é naturalmente pura. Nela não há qualquer prática a ser conduzida; sua natureza é naturalmente cognitiva. Esta é a grande visão do estado natural presente em você mesmo: saiba que isto não é encontrado em qualquer lugar.
Quando você entender a visão deste modo e quiser aplicá-la na sua experiência, onde quer que você esteja será o retiro na montanha de seu corpo.

Fragmento d“A Instrução do Apontar o Bastão para o Velho Homem”, por Padmasambhava. 
O texto completo pode ser lido aqui

sexta-feira, 27 de maio de 2016

What the hell



Existem muitos infernos. Infernos quentes, infernos frios. Infernos de todos os tipos. Não que eles existam independentes de uma consciência, há tantos mundos quanto seres sencientes. Mas isso não os faz menos reais, muito pelo contrário: se fossem sólidos e independentes, poderíamos nos livrar deles nos deslocando. Já de um inferno mental, como escapar? Ele pode se dissipar em segundos ou nunca se dissipar, não importa onde você vá ou o que encontre, continuará imerso nele.

domingo, 22 de maio de 2016

Ainda estou aqui, e Avidya também.

Não creio ser um homem que saiba. tenho sido sempre um homem que busca, mas já agora não busco mais nas estrelas e nos livros: começo a ouvir os ensinamentos que meu sangue murmura em mim.

Demian
Hermann Hesse

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Um Credo da Não Esperança

A minha ambição está morta. 
Morreu prematuramente e com ela o amor da inquietude.
 Com ela, a jóia no interior da flor de lótus.

 Amanhã nada guardava para mim salvo Pecado e Morte.

 Estou afastado dos meus próprios Prazeres, 
A esterilidade desta vida permanece. 

Na Não Esperança começamos a vislumbrar a verdadeira luz. 

Da nossa fraqueza nasce a nossa força. 

AMÉN! 

Venera o Kia e a tua mente será serena.


segunda-feira, 9 de maio de 2016

Momentos inexistentes reverberando na Eternidade

Um psiquiatra suíço disse
Que um mito é algo que não aconteceu
Mas acontece o tempo todo

E nisto está a verdade
Que alma alguma esqueceu
E que merece ser lembrada, mesmo aqui, no lodo

Ainda que na bruta matéria
O espírito esteja como que num coliseu
Quero acreditar que vale à pena o esforço


Um caolha poeta português disse
Que há um fogo que arde e não se vê
E uma ferida que dói e não se sente

Inspirado pelo mesmo, espero de alguma forma tocar-te
E ver-te dizer que assim crê
E que é a pálida realidade que mente

A pálida realidade, não nossos sonhos!
Ainda que sem torná-los carne, poucos possam ver
Lembro que para experimentá-los não é preciso lente

É preciso apenas fechar os olhos


Certa vez, a Besta disse
Que todo homem e toda mulher é uma estrela
E que nossa Vontade é a palavra de Lei

Grave estas palavras em si mesma
Caleja a alma com essas verdades, caleja!
Que possa cada um de seu universo ser Rei

Vê o que está defasado? 
Pois então, remexa
Quebra, desfaz, reduz a pó
Parece difícil, eu sei

Mas é assim que se vira gente, afinal.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
.